terça-feira, 27 de abril de 2010

E agora?

Eu sequei tua lágrima
Quem secará a minha?

Eu te emprestei meu ombro
Quem me dará consolo?

Eu te entreguei meu coração
Quem o trará devolta?

27-04-10

sábado, 17 de abril de 2010

Homem de Gêmeos

Sabedoria que me encanta
Vida de luta
Fé e Esperança
Coração sofrido, partido...
Na voz perfeita
Encontro melodia
Pros meus sonhos...
Nos braços de guerreiro
Encontro força...
E quando dentro de mim
Torno-me parte de ti
Somos um só!
Prazer sem fim...
Olhos de ternura
Mãos calejadas
Da vida...
Da luta...
Caminha solitário
No seu rastro
Sigo seus passos...
Busco a sombra
O acalanto
O afago
Encontro o medo
Mas sigo adiante...
Homem de gêmeos
Partido inteiro de mim
Minha alma gêmea...

sexta-feira, 16 de abril de 2010

"Quando tu chegar"

Já não serei mais eu
Quando tu chegar...
Pois até este dia
A árvore forte,
Fortaleza em que me encontro,
Deixará de existir...
As flores,
Que meus cabelos enfeitam,
Murcharão como no outono...
Meu sorriso,
Sempre feliz a te ver,
Cairá como folhas envelhecidas...
Meu coração,
Fruto do meu amor,
Secará cansado da espera...
A esperança,
A última que se finda,
Brotará na próxima primavera...
Adorado meu...
Porque demoras?
Já não serei mais eu
Quando tu chegar...

16-04-10

quinta-feira, 15 de abril de 2010

acesa

Me prende
Atenda-me em seus braços
Se entregue...
Ao deleite e me ame
Não recue...
Aja como pretende
Busque o prazer
Que o persegue...
Presa
Acesa
Deixo-me à mercê
Faça e refaça de mim
Em mim...
Descubra meu corpo
Desfaça esse jogo
Descobre
Encobre-me...
Seja meu homem
E eu serei sua!

15-04-10

Ansiedade

A esperança...
Quando há pressa
Machuca quem ama
Enquanto
A espera...

A espera...
Enquanto
Machuca quem ama
Quando há pressa
A esperança...

sábado, 10 de abril de 2010

Me trata como puta
Desfaz do meu desejo
E atravessa a porta do desprezo

Me trata como puta
Abusa do meu corpo
E deita cansado ao meu lado...

Me trata como puta
Beija minha boca, nega meu coração
E xinga minh’alma sem palavrão...

Me trata como puta
Bate no rosto que verte lágrima
E despeja no meu peito a dor da mágoa...

06-04-10

Corpo movimento Corpo evento Que transborda Desassossego Corpo que reclama Do peso Da vida Corpo imenso Intenso Corpo sem lugar Sem lar Corp...