segunda-feira, 23 de novembro de 2015

o primeiro me chegou...

eramos loucos
de paixão
de tesão
sem medida
chão
cama
cozinha
eramos insanos
briga
ciume
posse
eramos
não somos
mais
hoje é saudade


(feliz aniversário, primeiro sagitário)

encontro

Só de ver
Seu corpo
Me acende desejo
Explode
Cada toque
Inflamo
Cada beijo
Amoleço
Perco o juízo
Me agarro
Em seus cabelos
Você é meu vício
Cada dose sua
Meu suplício
E toda noite
Eu te imagino
Te quero
Te preciso
Nesse calor
Ardência pós praia
Sua pele quente
Vermelha
Cheiro de maresia
Insenso
Terra molhada

dá e passa

Não sei lidar
Com ausências
Falta tudo
Dinheiro
Cigarro
Vinho
Comida
Mais falta
Muito
Você
Esse vazio
Que inunda
Teu corpo
Atormenta
Cada buraco
Do meu ser
Preenche
Com beijo
Braços
Calor
Seu pau
Ah,
Que falta faz!

(dá e passa)

águas I

Queria estancar
Esse suor
Que saí do meu corpo
Quando te vejo
A saliva
Esperando teu beijo
Tudo é fome
Sede
Uma vontade de
Não pertencer

Ser
Estar
Me largar num canto
Do seu apartamento
Ao lado
Dos seus pedais
Desculpe
Me entrego demais
Sofro demais
Água sem represa
Saí
Suor
Saliva
Seiva
Saí, não volta mais..

os dias passam feito nuvens de chuva não consigo esquecer nossa noite teu rosto desenhado na minha retina cada gemido cada mordida ...