sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Ela buscava
Uma forma
De sobreviver
Num mundo
Que não lhe cabia

Se cortou
Se moldou

E mesmo assim
Não havia espaço
Pra tanta imensidão

Então
Ela renasceu
Se transformou
Em rio

Seu corpo
Alma
Agora segue
Como água
Corrente
Desaguando

Um comentário:

Sobre os vários nãos Não é que uma hora cansa Não, não é isso Todos os dias são cansativos E chega um dia Que o peso se torna insuportável N...